Trabalhar com um cliente novo

Começar a trabalhar com um novo cliente pode ser entusiasmante, seja o primeiro cliente para um profissional em início de carreira ou um cliente promissor para um profissional experiente. Porém, é preciso ter cautela ao começar uma nova relação profissional. Convém, antes de mais, confirmar a legitimidade do cliente, entre outros aspetos. Deixamos aqui algumas sugestões a ter em conta antes de começar a realizar trabalhos para o seu novo cliente.

  • Confirmar se o cliente é real: Infelizmente, há vários casos de scam na indústria da tradução. No caso de uma empresa, pode consultar o website da mesma ou as páginas nas redes sociais. No caso de ser um cliente particular, será mais difícil confirmar a sua legitimidade. Nesse caso, aconselha-se a que peça o pré-pagamento, total ou parcial, do valor a cobrar. (NOTA: poderá pedir o mesmo a um cliente que seja uma empresa de tradução, mas, não sendo uma prática comum, é possível que a empresa prefira não o fazer)
  • Confirmar se o cliente é cumpridor: Também há casos em que o cliente não paga o valor depois de o trabalho ser entregue como previsto. Por esta razão, aconselhamos a que consulte grupos de tradutores de redes sociais e pergunte a colegas se conhecem a empresa ou ver se já existem publicações sobre a mesma. Pode ainda consultar o Blue Board do ProZ, caso a empresa conste lá. No caso de um cliente particular, será difícil confirmar também esta questão, daí ser aconselhável pedir o pagamento previamente.
  • Confirmar como funciona o pagamento: Para tradutores que trabalham com empresas de tradução, é prática comum, embora nem sempre correta, que as mesmas só paguem 30, 60, 90 ou até 120 dias após o mês em que se entregou o trabalho. Convém confirmar de antemão qual o prazo de pagamento para não ter uma surpresa. No caso de empresas fora da área ou de clientes particulares, poderá pedir o pagamento logo após a entrega do trabalho. Além disto, deve verificar de que forma se realiza o pagamento: transferência bancária, PayPal, etc., pois pode ter de criar conta num determinado serviço para poder receber o valor, o qual poderá implicar certas taxas.
  • Confirmar a parametrização: Como profissionais de audiovisuais, temos de usar parametrização específica para cada projeto ou cliente. Antes de se começar um trabalho, devemos confirmar que parâmetros devem ser utilizados. Em caso de clientes fora da área que não saibam a parametrização que deve ser utilizada, cabe ao tradutor decidir a parametrização que irá usar tendo em conta o público-alvo, o formato de exibição, entre outros fatores.

Deixamos aqui algumas ligações para grupos no Facebook da área da tradução a que se pode juntar: Tradutores com Vida, Tradutores Audiovisuais de Portugal, Grupo da ATAV, Subtitling All Around the World, Subtitling is an Art, AVTE, Subtitlers, The Blacklisted Translation Agency.

Caso se depare com um cliente que não pague, aconselhamos que siga os passos descritos aqui.


Encontrou erros neste artigo? Fale connosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *